A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, apresenta:
UniBH apresenta e patrocina:
 

Programação

Carregando Eventos
  • Este evento já passou.

Perspectiva André Luiz Oliveira – Mostra de Cinema – Grupo Oficcina Multimédia

5 de fevereiro - 9 de fevereiro

Ingressos: Entrada Franca*

*ENTRADA FRANCA com retirada de ingressos 30 minutos antes de cada sessão.

 

A Perspectiva André Luiz Oliveira, traz a Belo Horizonte, uma seleção da produção do cineasta baiano radicado em Brasília. Seu filme mais recente “O outro lado da Memória” será lançado no VAC 2020 e o diretor estará presente para um bate-papo com mediação da escritora Lucia Castello Branco.

 

 

Datas e Locais

 

05 e 07 de fevereiro (quarta e sexta às 17h, 19h e 21h)

Cine Humberto Mauro – Palácio das Artes

 

06 a 09 de fevereiro (quinta a sábado às 19h e domingo às 16h)

Cine Sesc Palladium

 

 

Filmes

 

Cozinheiro do Tempo • André Luiz Oliveira • 2011 •  57 min.

 

SINOPSE: Bené Fonteles é um “artivista” – artista e ativista nas questões políticas e ambientais. Ele prega a arte da cura, a qual promove a autotranformação do indivíduo dentro do espaço social. Bené Fonteles anda pelo Brasil disseminando sua arte e mostrando o valor que as coisas simples da vida têm. Ele expressa a liberdade espiritual quando o ser humano está em contato com a natureza.

 

Zirig Dum Brasília – A Arte e o Sonho de Renato Matos • André Luiz Oliveira • 2014 • 74 min. 

SINOPSE: Em busca de sua identidade artística, o baiano radicado em Brasília Tenato Matos é o protagonista desse documentário. Relatando a vida do multi-artista, temos sua biografia que mescla diversas áreas do mundo artísticos e diversas questões a serem discutidas.

 

Exu Iluminado • André Luiz Oliveira • 2011 • 60 min.

SINOPSE: Um olhar sobre a obra do escultor baiano Mario Cravo.

 

O outro lado da memória • André Luiz Oliveira • 2018 • 110 min. 

Foto: Fábio Bouzas

SINOPSE: Em 1996 o diretor André Luiz Oliveira iniciou a pré produção do longa Viva o Povo Brasileiro, uma adaptação da obra homônima de João Ubaldo Ribeiro. No entanto, devido a uma série de acontecimentos dramáticos, o processo precisou ser interrompido em 2005, quase dez anos depois de sua idealização inicial. Os bastidores e algumas cenas do filme inacabado receberam um novo tratamento, assumindo uma linguagem documental e evidenciando, dessa forma, as relações mais profundas entre o criador, André, e a criatura, o filme.

 

Veja a programação por espaço

Detalhes

Início: 5 de fevereiro

Final: 9 de fevereiro

Horários: Favor consultar a Programação por Espaços

Duração:

Categoria:

Classificação: 16 anos